MeuDeviceMeuDevice

Apple anuncia investimento bilionário na produção de chips 5G nos EUA

A Apple divulgou na última semana um acordo de proporções multibilionárias com a Broadcom para a fabricação de chips 5G nos Estados Unidos. Na prática, essa movimentação estratégica faz parte de uma estratégia maior da empresa para diminuir sua dependência da cadeia de suprimentos chinesa.

Devido às tensões políticas entre as duas nações, a Apple tem enfrentado pressão por parte dos legisladores americanos para reduzir sua ampla produção na China. Além disso, as políticas adotadas pelo governo chinês durante a pandemia e os problemas enfrentados nas fábricas da Foxconn têm afetado negativamente a logística da marca nos últimos anos.

Em meio à crescente disputa comercial entre os EUA e a China, a Apple tem investido pesadamente na produção interna de componentes. Segundo o Quartz, a empresa planeja destinar cerca de US$ 430 bilhões para fortalecer a infraestrutura de tecnologia 5G nos Estados Unidos nos próximos cinco anos.

Grande parte desse investimento será direcionada à produção de semicondutores em território americano. Além do acordo firmado com a Broadcom, o CEO da Apple, Tim Cook, anunciou a fabricação de chips na instalação da empresa taiwanesa TSMC, localizada no Arizona, a partir de 2024.

Apple conta com incentivo do governo para produção doméstica de chips. (Imagem: Pixabay)

Apple espera diversificar a produção

Embora a Apple já possua 48 fábricas de dispositivos nos EUA, sendo mais de 30 delas situadas na Califórnia, é importante ressaltar que esse número representa apenas uma fração da produção global, visto que a maior parte ainda está concentrada na China.

Visando diversificar sua cadeia de suprimentos, a Apple tem investido na abertura de novas fábricas na Índia e no Vietnã desde 2017. A empresa transferiu parte da produção de produtos como iPhones e Macbooks para essas instalações localizadas nos países asiáticos.

Leia Também: Apple Pencil: nova patente sugere método acústico para localizar o dispositivo
Leia Também: Race Control: aplicativo para os fãs de Fórmula 1 é lançado na App Store

Além disso, o governo americano tem tomado medidas para reduzir a dependência das empresas de tecnologia em relação à China. Em dezembro de 2022, o presidente Joe Biden liberou um incentivo de US$ 50 bilhões para promover investimentos na produção doméstica de semicondutores. Essa medida visa fortalecer a capacidade de produção do país e garantir uma maior autonomia tecnológica.

Como você enxerga o papel do governo dos Estados Unidos ao incentivar a produção doméstica de semicondutores através da Apple? Deixe o seu comentário! 🍎

Inscreva-se!
Avise-me quando
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Press ESC to close

0
Que tal deixar um comentário?x