MeuDeviceMeuDevice

Apple Watch poderá contar com tecnologia para medição de glicose sem furar a pele

Com o avanço da tecnologia, os smartwatches têm se tornado cada vez mais sofisticados e inteligentes. A cada ano que passa, surgem novas funcionalidades que permitem que os usuários realizem uma ampla variedade de atividades diretamente em seus pulsos. Recentemente, a Apple surpreendeu o mercado ao registrar uma patente para a inclusão de uma câmera em seu Apple Watch. Mas, segundo fontes ligadas à empresa, a marca não está parando por aí.

De acordo com informações divulgadas pela Bloomberg, a Apple está trabalhando em uma tecnologia que permitiria a medição dos níveis de glicose no sangue de forma não invasiva, sem a necessidade de furar o dedo para coletar sangue.

Esse novo recurso, que já é uma prova de conceito, ainda não tem uma data oficial de lançamento, mas quando for finalizado, poderá ser um grande avanço no controle do diabetes. O medidor de glicose não invasivo seria especialmente útil para pessoas que já foram diagnosticadas com a doença, mas também poderia ajudar aqueles que estão em risco de desenvolvê-la, auxiliando-os nas mudanças de estilo de vida antes que o diabetes tipo 2 se estabeleça.

Como funcionaria o medidor de glicose do Apple Watch?

Tecnologia pode ser muito promissora. (Imagem: Pixabay)

Atualmente, o medidor não invasivo desenvolvido pela Apple tem o tamanho médio de um iPhone, mas a empresa está trabalhando para condensá-lo ao ponto de caber no Apple Watch. Centenas de engenheiros da Apple estão trabalhando nesse projeto, que faz parte do Exploratory Design Group (XDG).

O sistema medidor de glicose envolve o uso de sensores fotônicos de silício e chips desenvolvidos pela empresa Taiwan Semiconductor Manufacturing, que avaliam a taxa de açúcar no sangue a partir da medição do fluido intersticial próximo à pele.

Vale lembrar que, atualmente, a medição de glicose é feita a partir de uma picada no dedo, o que pode ser desconfortável e incômodo para muitas pessoas. Por isso, diferentes tipos de tecnologias não invasivas estão em desenvolvimento em todo o mundo, como sensores e wearables específicos, e até mesmo uma chupeta que seria capaz de medir os níveis de glicose no sangue.

Leia Também: Nova pulseira do Apple Watch poderá muda de cor para combinar com a roupa
Leia Também: Qual é o destino apontado pela bússola do navegador Safari, da Apple?

Com recursos como esse, o Apple Watch pode se tornar um dispositivo essencial para pessoas que buscam monitorar sua saúde de forma não intrusiva e eficiente. Afinal, não apenas os diabéticos, mas também aqueles que procuram monitorar sua saúde de maneira geral podem se beneficiar dessa tecnologia inovadora.

A Apple parece querer revolucionar o mercado de monitoramento de saúde com o Watch. O que você acha disso? Deixe o seu comentário! 🍎

Inscreva-se!
Avise-me quando
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Press ESC to close

0
Que tal deixar um comentário?x