MeuDeviceMeuDevice

Conheça a história do Mac: Por que Steve Jobs lançou o Macintosh?

Você já parou para pensar sobre a história do Mac? No final dos anos 70, a empresa de Steve Jobs já tinha certa relevância no mercado, mas ainda carecia de um produto que fosse realmente impactante capaz de elevar a empresa de patamar.

Antes do Mac, a empreitada de Jobs se chamava Lisa. Antes do Mac, a empreitada de Jobs se chamava Lisa. O computador recebeu esse nome em homenagem à sua filha e tinha a proposta de ser inovador para a época, embora fosse caro. Contudo, Steve foi afastado do projeto devido à sua obsessão, que acabava atrapalhando mais do que ajudando, pelo menos segundo os investidores da Apple naquela época.

O papel da concorrência com a IBM na História do Mac

Trabalhando agora em outro projeto, Jobs tinha também a intenção de construir algo mais acessível às pessoas. Todavia, a Apple se via diante de uma forte concorrente no segmento de hardware, que era a IBM. Na ocasião, a empresa havia lançado o seu PC, que teve um grande sucesso de vendas na época.

Alguns anos depois da IBM lançar o seu computador pessoal, a Apple lançou o Lisa. As vendas do produto não foram boas e as razões eram óbvias: além do preço elevado, o computador apresentava vários bugs. No ano seguinte ao lançamento do Lisa, a empresa de Steve Jobs lançou a primeira versão do Mac que conhecemos.

História do Mac

O Macintosh na história do Mac

O Macintosh era um PC como conhecemos hoje, com teclado e mouse, além de uma interface em preto e branco, e seu nome não foi escolhido aleatoriamente. Macintosh é o nome de uma espécie de maçã, e seu marketing foi reforçado por um comercial transmitido no Super Bowl, um evento de grande relevância nos Estados Unidos para os amantes do futebol americano.

Apesar da propaganda, as vendas do primeiro Mac não decolaram imediatamente. Um dos motivos era o mesmo do Lisa: o preço também era elevado para a época. Posteriormente, outras versões do Macintosh foram lançadas, incluindo uma com conexão para até sete periféricos e 1 megabyte de memória RAM.

O Macintosh 2 e o processador PowerPC

Em 1987, foi lançada a segunda versão do Mac. Ao contrário do primeiro PC, este tinha uma tela colorida e um processador bastante potente para a época: o Motorola 68020. O produto cumpriu seu propósito de competir com a IBM, mas o problema do preço elevado ainda persistia, dificultando sua adoção em massa.

Em 1994, a Maçã lançou outro Mac, dessa vez com um processador chamado PowerPC. Nessa ocasião, foi feita uma parceria entre a IBM, Motorola e Apple para a construção desse processador, com o objetivo de competir em igualdade com a Microsoft.

Primeiro Mac lançado pela Apple

Retorno de Steve Jobs à Apple

Nesse meio tempo, Steve Jobs fica ausente da Apple. Apesar de ser o cérebro por trás da empresa, o conselho decidiu afastá-lo por um tempo, mas ele retornou para elevar o negócio a novos patamares. Em 1998, foi lançada outra versão do Mac, o Power Mac G3, com um design bastante atrativo. Sua característica marcante era o monitor com traseira colorida e ligeiramente transparente, além das seguintes especificações:

  • 4 GB de disco;
  • 32 MB de memoria RAM;
  • modem embutido;
  • configuração organizada de cabos.

Power Mac G5

Mais adiante, a Apple lançou o Power Mac G5, que possuía um poder de processamento gráfico superior aos seus antecessores. Além disso, foi o primeiro PC da empresa a adotar a arquitetura de 64 bits, e também teve uma versão específica para o segmento educacional, o eMac. No entanto, o computador enfrentou problemas técnicos e não teve muito sucesso no mercado.

Mudança de processador e chegada do Mac Pro

Em 2005, a Apple decidiu fazer a transição para processadores da Intel. Essa mudança tinha como objetivo aumentar a compatibilidade com certos programas e também economizar energia. Em 2006, foi lançada uma nova versão do Mac, voltada para profissionais, com hardware mais potente do que os PCs convencionais da marca.

O Macbook e as atualizações de SO

O primeiro Macbook veio com o processador Intel Core Duo, e a Apple também lançou a versão Pro, disponível em 15 e 17 polegadas. Em relação ao sistema operacional, ao longo do tempo surgiram alguns protótipos, como o Copland e o Rhapsody, mas nenhum deles obteve relevância. No entanto, quando Steve Jobs esteve afastado da Apple, ele fundou uma empresa chamada NeXT, cujo sistema serviu de base para o sistema operacional usado atualmente.

O que você achou da história do Mac? Ao longo da leitura, vimos que a trajetória do produto não foi linear, mas seus altos e baixos ajudaram a marca a se tornar o que é hoje, proporcionando aos usuários e empresas a realização de atividades com agilidade, qualidade e economia de energia.

Continue acompanhando as novidades e atualizações da maçã em nosso blog! 🍎

Inscreva-se!
Avise-me quando
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Press ESC to close

0
Que tal deixar um comentário?x