MeuDeviceMeuDevice

Macs resistem à queda nas vendas de computadores em 2023

A Apple sempre busca inovar nos Macs, mesmo que os computadores da empresa não sigam um padrão de lançamento anual como o iPhone. No entanto, eles continuam sendo uma parte importante do faturamento da empresa. O mercado de computadores está enfrentando uma crise há vários meses, principalmente devido à demanda excepcional durante a pandemia da Covid-19. Atualmente, parece que a demanda foi saciada e poucas pessoas estão procurando por um novo computador.

Apesar da situação de crise no mercado de computadores, a Apple encontrou uma maneira de vender cada vez mais Macs. A empresa está conseguindo vender seus estoques de MacBooks e computadores de mesa sem dificuldades. Mas como isso é possível? É isso que vamos explicar neste post!

Como a Apple consegue resistir à crise?

Provavelmente, nem a própria Apple sabe a receita exata desse sucesso com os Macs. No entanto, não se pode negar que vários fatores são responsáveis por essa diferença. O primeiro fator é o posicionamento de preço da Apple, ou mais precisamente, a relação preço-qualidade.

Quando se trata de preços, ninguém supera a Apple. A empresa se destaca em termos de potência, autonomia e qualidade de acabamento em relação aos seus concorrentes. Outra razão que explica a liderança nas vendas é a grande diversidade de produtos e a constante renovação da linha.

A Apple atualiza regularmente seus computadores de mesa para torná-los cada vez mais eficientes, especialmente desde a introdução dos chips Apple Silicon em novembro de 2020. A empresa oferece uma ampla seleção de produtos que vai além do simples computador. Comparada às suas concorrentes, a Apple é a única marca que realmente oferece um diferencial.

Uma pesquisa realizada pela Canalys aponta que Lenovo, HP e Dell ocupam as primeiras posições como maiores fabricantes de computadores do mundo. No entanto, essas empresas seguem praticamente o mesmo padrão de fabricação e oferecem recursos semelhantes aos usuários.

Macs resistem à queda nas vendas de computadores em 2023

A mesma pesquisa apontou que a Apple teve o maior crescimento nas remessas de computadores entre 2020 e 2021, com 28,3%. A empresa é altamente popular e sabe como aproveitar isso. Não é surpresa que os produtos da Apple sejam conhecidos por sua qualidade, potência e elegância, não é mesmo? 

Queda na venda de computadores

Durante o início da pandemia, os preços dos computadores aumentaram cerca de 23% no Brasil, mas mesmo assim as vendas dispararam, atingindo 61,9 milhões de unidades em todo o mundo. Somente no terceiro trimestre de 2022, foram vendidos 71,1 milhões de computadores em todo o mundo, de acordo com a Canalys. A alta demanda por computadores ocorreu principalmente devido ao aumento do trabalho em casa e das aulas online nas escolas, cursos e faculdades. 

No início deste ano, as vendas caíram 33%, mas mesmo assim a Apple conseguiu manter as vendas dos Macs, o que provavelmente influenciou a produção de futuros lançamentos.

Leia Também:
Mac com chip M3 deve ser lançado em outubro
Rumor sugere que Apple e Samsung estão trabalhando juntas em MacBook com tela dobrável

Alguns analistas afirmam que o mercado de computadores pode voltar a crescer até o final de 2023 e ter um impulso no início de 2024. Segundo a Forbes, o setor da educação será o principal impulsionador para a recuperação desse mercado, principalmente porque é esperado que os computadores comprados no início da pandemia cheguem ao fim de sua vida útil.

Mas será que os Macs continuarão a ter um desempenho excelente nas vendas? Bem, teremos que esperar para ver os resultados. Continue nos acompanhando, pois postamos e atualizamos diariamente sobre o universo da Maçã.

Não esqueça de deixar seu comentário logo abaixo e participar do Sorteio do Mês! 🍎

Inscreva-se!
Avise-me quando
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Press ESC to close

0
Que tal deixar um comentário?x