MeuDeviceMeuDevice

Mecanismo de busca da Apple pode estar chegando

Graças ao processo antitruste entre o Departamento de Justiça e o Google, mecanismo de busca tem sido um tema quente, especialmente o acordo do Google que paga à Apple bilhões de dólares por ano para ser o mecanismo de busca padrão no iPhone. E com toda a conversa sobre o Google pagar bilhões à Apple todos os anos para uma colocação privilegiada no iPhone, surge naturalmente a questão sobre se a Apple construirá seu próprio mecanismo de busca para o iPhone.

Mecanismo de busca da Apple

De tempos em tempos, há rumores de que a Apple está desenvolvendo seu próprio mecanismo de busca, mas na maioria das vezes, muitos acreditam que a Apple não está interessada em fazê-lo por causa do dinheiro que recebe do Google. neste domingo (01/10), Mark Gurman da Bloomberg discutiu as opções de mecanismo de busca da Apple em seu boletim informativo semanal Power On. De acordo com Gurman, a Apple recebe aproximadamente US$ 8 bilhões por ano do Google pelo que ele chama de “uma redução na receita de anúncios de busca do Google”.

Sua opinião sobre isso é que a Apple poderia gerar mais dinheiro para si mesma e ele escreve que se a Apple fosse capaz de criar seu próprio mecanismo de busca para o iPhone e vender anúncios na mesma proporção que o Google, poderia adicionar a mesma receita a cada ano, como o Apple Watch. Estima-se que este último tenha gerado receitas de US$ 14 bilhões a US$ 18 bilhões para a Apple no ano passado. E mesmo que a Apple não conseguisse igualar o desempenho de venda de anúncios do Google, Gurman diz que a Apple poderia arrecadar mais dinheiro construindo seu próprio mecanismo de busca para o iPhone.

Existem alguns bons motivos que Mark cita para a Apple seguir em frente, mesmo que não planeje implantar seu próprio mecanismo de busca para seus aparelhos. Primeiro, seria uma grande moeda de troca quando o Google e a Apple se sentassem à mesa de negociações para discutir quanto de receita de busca a Apple receberá. E dois, ajudará no potencial de pesquisa fora da web da Apple.

A Apple, como aponta Gurman, já construiu seus próprios mecanismos de busca para alguns de seus aplicativos, como App Store, Apple TV, Maps e News. E não é como se a Apple não estivesse trabalhando nisso. O vice-presidente sênior de aprendizado de máquina e estratégia de IA da Apple, John Giannandrea, comanda uma enorme equipe de pesquisa que desenvolveu um mecanismo de pesquisa de última geração para os aplicativos da empresa, com o codinome “Pegasus”. Gurman diz que essa tecnologia “apresenta resultados”, já é usada em alguns aplicativos da Apple e está chegando à App Store.

Mecanismo de busca da Apple pode estar chegando

Spotlight

O melhor exemplo dos recursos de pesquisa da Apple, de acordo com Gurman, é o Spotlight, que verifica o iOS e o macOS para encontrar algo que um usuário está procurando em seu dispositivo. Há alguns anos, a Apple adicionou resultados da web do Bing e do Google e o recurso também é usado pela Siri para mostrar resultados da web. A equipe de Giannandrea está procurando adicionar suporte generativo de IA ao Spotlight. A Apple também tem um rastreador chamado Applebot que indexa sites que são revelados aos usuários do Spotlight e Siri. Para acessar o Spotlight, deslize para baixo no meio da tela inicial do seu iPhone.

Mas isso n]ão significa nada, a menos que a Apple possa vender publicidade e a empresa tenha uma equipe de tecnologia de anúncios que, de acordo com Gurman, lida com anúncios de busca na App Store e veicula anúncios para o aplicativo de notícias, o aplicativo de ações e o aplicativo de previsão do tempo. . Essa equipe também participa da negociação de anúncios para streaming de conteúdo esportivo da Apple. Com toda essa experiência, você esperaria que essa equipe fosse capaz de vender anúncios para um mecanismo de busca na web da Apple.

Como aponta Gurman, os atuais recursos de pesquisa da Apple são limitados em comparação com o Google. Eddy Cue, vice-presidente de serviços da Apple, disse que o mecanismo de busca do Google é o melhor e que não há razão para a Apple desenvolver o seu próprio. Mas se o Google perder a batalha judicial com o DOJ, o acordo entre o Google e a Apple poderá ser cancelado e a Apple poderá ter de dizer adeus aos milhares de milhões que recebe do Google.

Leia Também:
Ia Generativa: Tim Cook confirma que a Apple está trabalhando na tecnologia
Bing poderia ter sido comprado pela Apple em 2020

Não deixe de acompanhar o MeuDevice, pois diariamente estamos trazendo as últimas atualizações sobre o universo da Maçã e você não pode ficar por fora de nada! Não esquece de compartilhar este post com seus amigos!

Não esqueça de deixar seu comentário logo abaixo e participar do Sorteio do Mês! 

 
Inscreva-se!
Avise-me quando
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Press ESC to close

0
Que tal deixar um comentário?x