MeuDeviceMeuDevice

Tim Cook: conheça a história do substituto de Steve Jobs na Apple!

Nascido no dia 1º de janeiro de 1960 no estado do Alabama, Estados Unidos, Tim Cook está hoje à frente de um verdadeiro império tecnológico. Antes do genial Steve Jobs nos deixar, ele já havia assumido as operações da Apple, no ano de 2011.

Além de ser CEO da Apple, Tim também é diretor do conselho de administração da Nike. Após concluir o ensino médio, ingressou na Universidade de Auburn, no Alabama, para fazer o curso de Engenharia Industrial. Em seguida, obteve um MBA em uma universidade da Carolina do Norte, recebendo, por consequência, um título destinado apenas aos estudantes com o melhor desempenho acadêmico.

Essas são algumas das principais credenciais de Tim Cook. Agora, falaremos sobre o início de sua trajetória na Apple e como ele ajudou a gigante da tecnologia a se manter relevante no mercado após a partida precoce de Steve Jobs. Confira!

História de Tim Cook: Assumindo a Apple após Steve Jobs

Após concluir a sua graduação no curso de Engenharia Industrial, Tim Cook iniciou a sua carreira na área de tecnologia da computação. Antes de chegar à Apple, ele trabalhou por doze anos na IBM, uma gigante do setor de hardware.

Durante o seu tempo atuando na IBM, Tim conseguiu desenvolver habilidades relacionadas à fabricação e distribuição de equipamentos. Além disso, ele trabalhou em outras empresas antes de receber um convite da Apple no final dos anos 90.

De início, Tim Cook começou como vice-presidente sênior de operações mundiais da Apple. É importante destacar o contexto da empresa naquela época, com os seus lucros abaixo do esperado e poucas perspectivas de ressurgimento e destaque no mercado de tecnologia.

No final, no entanto, tudo deu certo. Desempenhando funções relacionadas, entre outras coisas, ao gerenciamento de vendas, Tim contribuiu de modo significativo para a recuperação da Apple daquela situação desafiadora.

Tim Cook como CEO da Apple

Antes de assumir a função de CEO, Cook ocupou por um breve período o cargo em 2004, quando Steve Jobs se afastou da empresa devido a uma intervenção cirúrgica em seu pâncreas. Anos depois, ele voltou a ser CEO por um período mais longo, também devido aos problemas de saúde de Steve.

Em 2011, antes do falecimento de Jobs, Tim Cook assumiu em definitivo a liderança da Apple. Desde então, a empresa manteve-se forte no mercado, tanto através da criação de novos produtos quanto do aprimoramento dos existentes. Como exemplos, podemos citar o Macbook Air de 12 polegadas e o Apple Watch como alguns dos lançamentos associados a ele.

O trabalho de Tim Cook à frente da Apple também se destaca por sua ênfase na sustentabilidade. Ele busca garantir que todos os processos da empresa utilizem energia renovável, tendo em vista o cumprimento da agenda ESG da ONU, que tem como objetivo promover a proteção ambiental, governança empresarial adequada e bem-estar social.

O esforço de Tim em relação à privacidade dos usuários

Com tantas pessoas utilizando dispositivos móveis e dispositivos de Internet das Coisas, a segurança tornou-se uma preocupação frequente. Nesse sentido, o CEO demonstra grande preocupação e busca implementar medidas que fortaleçam as políticas de privacidade e proteção de dados.

 Os cookies, por exemplo, são arquivos de texto que contêm informações de navegação dos usuários, com o objetivo de facilitar o acesso subsequente. No entanto, isso pode afetar a privacidade dos usuários que navegam na internet. Uma das adequações resultantes da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) é que os sites devem fornecer um aviso sobre o uso de cookies, permitindo que o usuário decida se deseja utilizá-los ou não.

O que você achou da história de Tim Cook, o atual CEO da Apple? Deixe o seu comentário! 🍎

Inscreva-se!
Avise-me quando
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Press ESC to close

0
Que tal deixar um comentário?x